RSS

Sexo na primeira noite…

26 mar

Quando o primeiro encontro é bom, dá vontade de beijar muito na boca, morder a orelha, apertar o corpo contra o dele, sussurrar bobagem no ouvido e… ir direto para o motel. Mas pode? E se ele achar que você faz isso com todos? E se ele te julgar mal? E se ele só quiser transar e tchau? Conheça a opinião de homens, mulheres e terapeutas quando a questão é transar ou não transar na primeira noite.

Se a gente for pensar em como a coisa funcionava na época dos nossos avós e até na dos nossos pais, com certeza, vamos perceber que o sexo corre muito mais solto hoje em dia -graças à revolução sexual. Segundo a psicóloga do Instituto Paulista de Sexualidade Giovanna Lucchesi, o foco no casamento e na reprodução foi substituído por uma condição em que a mulher tem o direito de vivenciar uma sexualidade prazerosa e satisfatória.

“O sexo adquiriu novas proporções e começou a desempenhar um papel importante na qualidade de vida. No entanto, o conceito de que mulher que faz sexo no primeiro encontro não é uma parceira adequada para um compromisso sério ainda é visto nos dias atuais”, ressalta.

“”A primeira vez foi tão boa que não paramos até hoje. Em seis meses, estávamos casados”.”

Para a designer Mara C., 32, a decisão de transar ou não na primeira saída varia de situação para situação, ou melhor, de homem pra homem. “Eu tento acertar, mas às vezes me engano. Já aconteceu com caras que eu achava serem super moderninhos e acabou que eles não me ligaram no dia seguinte. E já rolou com outros a quem julgava mais caretas e com quem acabei tendo um relacionamento sério”, conta Mara, que atualmente namora um cara com quem só foi pra cama no quarto encontro. “Depois de quebrar a cara algumas vezes, preferi não arriscar”, declara. Mara tem certos cuidados na primeira vez que vai para cama com um novo rapaz. “Procuro sentir qual é a dele para não assustá-lo. Tem certas coisas que só podemos fazer depois de pegar intimidade”, diz, listando, por exemplo, usar palavras de baixo calão e fazer sexo selvagem.

Segundo Giovanna Lucchesi, as pessoas constroem suas concepções através do contato com o mundo. “O que leva o homem a pensar de diferentes formas a respeito da mulher que faz sexo no primeiro encontro é, sem dúvida, o aprendizado que ele teve em casa, na escola e nos meios sociais. Estes são os agentes controladores que fornecem para o indivíduo regras, normas e formas de pensar que contribuem para o repertório e para a atuação deste homem nas suas relações”, afirma.

Muitos fatores podem encurtar o caminho entre a mesa do restaurante e a cama do motel. Um deles é o histórico do casal. Maria Helena A., 36, conhecia o par há mais de dez anos quando saiu com ele pela primeira vez. “Do primeiro beijo à primeira transa não se passaram mais do que duas horas. A gente já tinha toda a intimidade e confiança que o ato exige”, garante ela, que engatou um namoro e, em seguida, juntou as escovas. “A primeira vez foi tão boa que não paramos até hoje. Em seis meses, estávamos casados. Quando se tem certeza do que se quer, não há necessidade de esperar, seja pra transar, namorar, casar ou ter o primeiro filho”, diz ela, que anda treinando para aumentar a família.

O diretor de cinema e vídeo Leo Sassen, 40, gosta quando o sexo flui naturalmente – na primeira ou na décima noite. “Tem vezes que a cama na primeira noite é natural, flui. Já me aconteceu algumas vezes, sendo que, com uma delas, namorei por muitos anos e fomos super felizes. Se a noite rolou legal, foi especial e teve química, por que não ir para a cama?”, questiona. Léo acha que as mulheres estão cada vez mais liberais e transar na primeira noite tem acontecido com mais freqüência. “Quando a mulher chega aos 30 anos, a cabeça está mais aberta. As mais novas ficam inseguras”, teoriza.

Para o diretor de cinema, a mulher que transa na primeira noite mostra que não tem preconceitos. Mas vem cá: os homem não vão ter preconceitos com ela? “Tá certo que eu não faço parte da maioria machista dos homens. Tenho amigos que gostam de ‘arrastar as mulheres pelos cabelos’ e acham que mulher que vai para a cama na primeira noite é vagabunda. Ainda bem que não é meu caso”, brinca o diretor, lembrando que as mulheres também são machistas e conservadoras e ficam com medo de serem tachadas de fáceis.

Há mulheres que se sentem tranquilas e se permitem transar sem preocupações a respeito dos possíveis pensamentos que seu parceiro possa vir a ter. “Outras, permeadas pelo discurso social que ainda existe, temem serem rotuladas”, destaca Lucchesi, lembrando que há quem prefira ter contato sexual após uma maior intimidade com o parceiro. A psicóloga ressalta que não existe uma regra clara do que se deve ou não fazer no primeiro encontro. “Mas é interessante que a mulher se sinta confortável com qualquer atitude que venha ter em relação ao sexo”, finaliza.

Ok, mas digamos que a proposta indecente, ao pé ouvido, surge no primeiro encontro. Você leu esta matéria e ainda assim tem dúvidas de como agir. Calma. Fizemos uma brincadeira em que estabelecemos o que pode e o que não pode de jeito nenhum – antes, durante e depois da primeira transa. Agora é relaxar e…

Pode: Deixar as coisas acontecerem naturalmente
Não pode: Força a barra

Pode: Transar!
Não pode:
Adiar a transa só para ver se consegue conquistá-lo

Pode: Não transar!
Não pode: Transar sem vontade só para ver se consegue conquistá-lo.

Pode e deve: Sacar a camisinha da bolsa, se ele não tiver uma na carteira.
Não pode de jeito nenhum: Esquecer de usar camisinha

Pode: Deixar as fantasias mais íntimas para o futuro.
Não pode: Tentar realizar suas fantasias mais cabeludas logo na primeira vez.


Pode: Tomar coragem e telefonar para ele depois
Não pode: Se arrepender de ter transado se ele não ligar.

Fonte: Bolsa de Mulher

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 26, 2011 em Sexo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: