RSS

Sexo casual: bom ou ruim?

24 out

“Cheguei à conclusão de que o adulto moderno tem duas opções na intenção de se livrar de relações possessivas do amor convencional. Uma é viver só, com vínculos afetivos e sexuais superficiais. Outra é formar laços que respeitem a individualidade.” Gikovate Flávio Com final Feliz [Livro]. – [s.l.] : MG Editores, 2008.

Esta matéria já começa com uma excelente citação à um renomadíssimo psicoterapeuta especialista na área, já com 33 obras no mercado, o Dr. Flávio Gikovate.

Colocação esta da qual concordo em todos os sentidos e direções e que nos levar a temperar mais antes de experimentar qualquer experiência nova.

Não no sentido de que devamos viver pensando e agir menos, mas no sentido de que devemos refletir nossas ações de forma que possamos agir, melhor nas próximas situações.

É cada vez mais comum a prática de sexo casual, isto é fato. No entanto, a despreconceitualização desta prática não cresce no mesmo vapor.

Ainda não é nada incomum mulheres sendo rotuladas por acharem mais interessante a prática de sexo casual do que terem um parceiro fixo além do fato de que, especialmente nas idades mais jovens, também ser bem comum os rapazes comentarem o que fizeram e, pior, o que não fizeram com esta ou aquela garota na noite passada de forma pejorativa e acabar por causar extremo mal estar à ela por conta de seus comentários.

sexo casual Sexo casual: bom ou ruim?

A questão que ninguém leva em conta é que se pode escolher e ‘desescolher’ ter sexo casual à qualquer momento de sua vida.

Sim! Você pode hoje optar por não se envolver com ninguém e ter apenas momentos prazerosos de sexo descompromissado e, em dado momento, decidir investir em uma relação, seja esta com o cara com quem esteve ou com um outro.

O que deve-se deixar bem claro sempre é que o sexo casual tem que ser uma escolha consciente em todos os sentidos:

1. Proteção tem que ser obrigatoriedade e não opção. Portanto, leve a camisinha e saiba usá-la (Consulte tópico: Aprenda a pôr camisinha (TAmbém com a boca)

2. Você tem que realmente estar afim de estar com aquele rapaz. Nada de fazer isto só pra satisfazer o cara ou para matar tempo.

3. Nada de tentar sexo casual como técnica de conquista. Amiga, esta é uma das maiores furadas que você possa cair. Se você está afim do cara, assuma esta postura e não uma de que não está nem aí só pra tentar conquistá-lo transando por que isto não vai rolar.

Há ainda quem diga, como a terapeuta Vivian Maria de Souza, que:

“Hoje em dia, os jovens acham que ter compromissos é careta. Mas na verdade, isso é um mecanismo de defesa. Eles têm medo de se envolver profundamente, então, não se permitem gostar de alguém para não sofrerem”

Eu, particularmente, discordo disso até por que não acho que as pessoas vivam bem só quando estão efetivamente envolvidas com alguém, portanto também não acho que todos que optam por relações casuais estão fugindo de não sofrerem. Acho que pode ser apenas pelo fato de que ninguém os interessou a ponto de não ser mais que isto, talvez.

Portanto, chega-se à conclusão que sexo casual é apenas uma mera opção que pode ser mudada em qualquer estágio da vida ou voltar a ser adotada, também. Cada um tem seus motivos para preferir ou para não adotar esta prática de acordo com suas próprias concepções e estamos aqui apenas para enriquecer seus argumentos e valorizar suas escolhas, sejam elas quais forem.

Surrupiei do MDE

 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: