RSS

Limite de convivência com baratas…!!!

23 abr

Quando alguém encontra uma barata de cara atira o chinelo ou corre em busca do inseticida. Há também ocasiões em que sobe no primeiro móvel que encontrar e grita histericamente. Esta última situação ocorre normalmente com mulheres, dando assim oportunidade para os machos dominantes demonstrarem força para salvar as donzelas. No caso, espatifar o pobre inseto.

Mas e se a piedade prevalecesse e nada fosse feito ? O primeiro argumento seria que a população de baratas estaria destinada a crescer e infestar sua residência, mas isso não pode ser tomado como aceitável, já que exércitos delas habitam os esgotos que cercam a todos nós. Então não faria muita diferença eliminar uma ou duas baratas descuidadas. Digo descuidadas, pois deixaram serem descobertas. Não é só porque não se pode ver algo que ele não esteja ali ou exista.

barata

Oun.. ma ti bixinhu lindu!

Já é dito que se a raça humana fosse extinta pelas grandes armas modernas as baratas estariam aptas a sobreviver. É algo que deveria ser considerado no momento em que uma fosse avistada. Talvez a ação de atirar um chinelo seja automática, desencadeada pela raiva de ser superado nuclearmente por seres repugnantes, mas também pode ser um modo de expressar nojo pelos hábitos desses insetos. Baratas andam por tudo, e não são sinal de limpeza.

Mas você já parou pra pensar qual foi a última vez que limpou seu quarto ou trocou sua roupa de cama ? Não você, senhora dona de casa, a direta vai para esse universitário barbado que habita um chiqueiro e está esparramado na cadeira.

Mãe... tem uma barata no meu quarto..

Mãe… tem uma barata no meu quarto..

Quase que obrigados a dividir o espaço da república com as baratas, convivência é uma questão relativa, basta saber encarar as situações. Da mesma forma que você atura um companheiro de quarto que se esquece de banho, encontrar baratas pelo caminho pode se tornar algo rotineiro, desde que cada um respeite o espaço individual. Não é porque uma gostosa quer te agarrar que você vá usar a cama do seu amigo só porque ela está vazia. O mesmo vale para baratas, mantendo respeito quanto às liberdades de cada um é possível haver convivência.

Vale lembrar alguns pontos que podem lhe auxiliar nesse trajeto de aprender a conviver: se for tomar água direto da torneira e uma barata estiver na frente, espere ela terminar e só ai na sua vez o faça, mas se o limite do quarto, roupas ou seu chocolate for violado não hesite em usar o chinelo. Caso teu amigo use tua cama, também não hesite em usar o chinelo ou revidar.

Do otimo Quarto Universitario

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: