RSS

Conheçam o “Car-puccino”…!!!

24 mar

As pessoas mais sensíveis não podem tomar café expresso depois das cinco da tarde. Ficam tão ligadas que se imaginam capazes de percorrer a distância São Paulo-Rio de Janeiro com a mesma rapidez de um Papa-Léguas.
Para quem ainda duvida dos superpoderes da cafeína, a novidade é um carro lançado no início do mês na Inglaterra. Trata-se do “Car-puccino”.
O automóvel ganhou vida na carcaça de um Volkswagen Scirocco modelo 1988 – escolhido pela semelhança com o “DeLorean”, o famoso carro do cientista de “De Volta Para o Futuro”.
A conversão foi feita pela equipe do programa “Bang Goes the Theory” – do canal britânico BBC1 – e o objetivo era promover uma feira de ciências em Manchester. Para testar a invenção, os cientistas percorreram a distância de 330 quilômetros a partir de Londres.
A viagem custou o equivalente a 70 quilos de café – ou 11.760 expressos – e a equipe teve de fazer intervalos entre 48 e 72 km para reabastecimento. Eles também tiveram de parar a cada 96 km para limpar os filtros – que armazenam a fuligem gerada pelo processo.
O “Car-puccino” alcança os 100 km/h, mas com tantas paradas, a viagem durou cerca de dez horas.
“Quando o carro chegou, o motorista buzinou e as pessoas acenaram – provavelmente tentando pedir um cappuccino”, disse o apresentador Jem Stansfield.
“As crianças sabem que o café dá energia às pessoas, mas muitas delas provavelmente não têm ideia de que ele tem energia suficiente para movimentar um carro”, explicou Jem.
Nick Watson, produtor do “Bang Goes The Theory”, disse que “o café, assim como a madeira ou o carvão, tem algum componente de carbono que pode ser usado como combustível. Os grãos precisam estar bem secos para permitir que o ar circule pelo monte de café que é aquecido”.
O sistema do “Car-puccino” utiliza carvão para aquecer os grãos de café a 700ºC e libera uma mistura de hidrogênio e dióxido de carbono que é arrefecida num radiador colocado no teto. O gás é filtrado e enviado para o motor.
Para economizar e ajudar o meio ambiente, a equipe envolvida no projeto abastece o carro com grãos de café descartados pela rede “Costa Coffee”.
Já imaginaram o “Car-puccino” com um aditivo à base de Coca-Cola?

 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: